Sente-se em baixo? 7 maneiras de voltar a sorrir!

Mensagem de erro

  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
Mulher a sorrir

De vez em quando, todos nos vamos um pouco “a baixo”, talvez até nos sentimos um bocadinho tristes e deprimidos. As razões? Várias: parece que temos o peso do mundo nos ombros, estamos exaustos devido às vidas agitadas que vivemos, estamos frustrados por não conseguirmos fazer tudo o que queremos ou porque não conseguimos cumprir os nossos objectivos e concretizar os nossos sonhos. A depressão – um dos maiores problemas sociais do século XXI – é um enorme obstáculo na vida de qualquer pessoa e se não for encarada de frente e sem grandes demoras, pode atingir proporções bem mais complexas. Para conseguir voltar a lutar e a sorrir quando lhe apetece tudo menos isso, apresentamos sete dicas que vai tornar esse passo mais fácil…

  1. Faça uma lista. Por vezes, sentimo-nos deprimidos simplesmente porque estamos sobrecarregados com coisas para fazer e não conseguimos dar saída a nada! Você pode até ser uma pessoa super organizada e muito dedicada, mas mesmo os melhores deixam as coisas acumular, isto porque não têm energia suficiente para fazer mais ou melhor. E claro, isso não nos sai da cabeça e essa frustração pode ser, em si, extremamente debilitante. Elabore uma lista com as coisas que têm mesmo de ser feitas – podem ser tarefas relacionadas com a casa, com o trabalho, com algo que o está a preocupar ou que prometeu fazer por alguém. Só o facto de ter tudo isso escrito preto no branco e à sua frente, vai dar-lhe um sentido de controle e de “afinal não são tantas coisas assim”!
  1. Tome uma atitude. Ok, já tem a sua lista… mas ainda sente o coração aos saltos e não sabe para que lado se deve virar? Inspire fundo e olhe de novo para a lista: qual é a tarefa que não pode esperar nem mais um minuto? Então comece por essa! Vai exigir muito de si? Divide-a em prestações e vá fazendo aos poucos ou, em alternativa, escolha um afazer que seja mais simples de executar. O que realmente interessa é que passe das palavras para a acção, que comece a fazer alguma coisa… o pior é, de facto, começar, mas depois vai sentir-se muito melhor e mais motivado. Para não falar na satisfação que vai ser riscar as tarefas da lista uma a uma, depois de concretizadas!
  1. Exercício físico. Sabemos que é a última coisa que lhe apetece fazer neste preciso instante, aliás, já é difícil sair da cama quanto mais mexer-se energicamente! Mas a verdade é que mal a adrenalina comece a dar sinais de vida – não tem de correr 10 km, basta uma caminhada, uma volta de bicicleta ou uma aula de ioga – o seu estado de espírito vai dar uma volta de 180º! Agora vá, ponha-se a mexer! Mais tarde vai dar-nos razão…
  1. Tome banho e trate da sua imagem pessoal. Ficar amuado, deitado no sofá todo o dia, ainda por cima de pijama e a “cheirar mal”, não vai fazer nada pelo seu mau humor. Tome um duche refrescante ou um banho de imersão com óleos essenciais, faça a barba, maquilhe-se, penteie o cabelo de forma diferente, vista-se para impressionar… Faça o que tiver de fazer para se sentir renovado, atractivo, arranjado e bem consigo próprio. No final, será impossível olhar-se ao espelho e não sentir-se maravilhoso! Vá lá, um sorrisinho…
  1. Saia de casa. Em momentos de tristeza e de vontade constante de chorar, o pior que pode fazer é manter-se trancado dentro de casa. Já que tomou banho e está com um visual renovado, aproveite para sair: vá tomar um café, namorar umas lojas, ler para o parque da cidade, visitar aquele museu que sempre quis ver ou algo que esteja na sua lista (ver ponto 1). Às vezes, isolar-se em casa pode ser uma grande parte do problema e só se vai aperceber disso quando sair e espairecer.  
  1. Música nas alturas. Uma música ritmada, contagiante e bem alta vai pô-lo a bater o pé em dois tempos… quando der por ela já anda a dançar e a cantar pela casa inteira! Junte isto ao ponto 3 e vai obter um dos melhores remédios possíveis para os seus dias mais cinzentos!
  1. Um ombro amigo. Um blue day pode facilmente tornar-se num happy day se fizer uma coisa simples: falar. Desabafe com o marido, com a namorada, com o melhor amigo, com uma colega de trabalho, com a mãe ou com o irmão, mas desabafe! Verbalizar emoções e frustrações é muito terapêutico e sentir-se-á mais leve e mais aliviado quando o fizer. Para além disso, poderá ajudá-lo a perceber melhor quais os motivos por de trás de tanta tristeza.
Avaliação: