31 motivadores para praticar exercício físico

Yoga

É muito difícil encontrar a motivação necessária para praticar desporto ou qualquer forma de exercício físico… especialmente quando estamos preguiçosos e não nos apetece fazer absolutamente nada, quanto mais correr e suar! No artigo 4 passos simples para iniciar uma rotina de exercício físico, o quarto e último passo é precisamente sobre motivadores e como adicioná-los à sua rotina sempre que necessário. Este artigo vai ajudá-lo precisamente com esse quarto passo.

Todos enfrentamos as dificuldades de iniciar e/ou de manter uma rotina de exercício físico… felizmente existem muitos factores de motivação para nos fazer saltar do sofá e rendermo-nos ao prazer da adrenalina e de estar em forma.

  1. A forma como se sente depois de fazer exercício. Não há nada que bata a sensação de bem-estar e de missão cumprida que sucede a um bom workout! É uma autêntica viagem nas nuvens, por isso, da próxima vez que lhe estiver a custar calçar as sapatilhas pense: “lembra-te de quão bem te vais sentir no final desta corrida ou desta aula de aeróbica!”.
  2. Tempo para si. Enquanto muitas pessoas desdobram-se para encontrar tempo para dedicar aos outros (filhos, marido/esposa, outros familiares, amigos, colegas de trabalho…) a maior parte das vezes ficam sem tempo para tratarem delas próprias. Faça do exercício físico o seu tempo pessoal e prioritário… e não falte a esse encontro!
  3. Queimar calorias. Se contar calorias (que no fundo é um dos métodos mais eficazes para perder peso), saberá instantaneamente que quanto mais exercício físico fizer, mais calorias vai queimar!
  4. Divirta-se. Praticar exercício físico, seja ele qual for, deve ser, acima de tudo, divertido. Se não for, experimente uma nova modalidade ou aula… o que interessa é pôr-se a mexer e gostar daquilo que está a fazer.
  5. O seu aspecto físico. Imagine-se mais magro, mais elegante, em forma, com saúde para dar e vender. Visualize essa imagem, utilizando-a como uma força motivadora sempre que necessário!
  6. Revistas. Ler ou simplesmente folhear e passar os olhos por revistas dedicadas ao exercício físico, à saúde e ao bem-estar é outro truque interessante e que funciona para muitas pessoas.
  7. Modelos das capas de revistas. OK, provavelmente não são os melhores exemplos – até porque o Photoshop faz maravilhas como todos nós sabemos – mas a beleza e a perfeição que essas capas emanam pode perfeitamente ser uma fonte de motivação eficaz!
  8. Blogues. Tal como as revistas, ler blogues sobre pessoas que estão a tentar perder peso, que começaram recentemente a andar de bicicleta ou a fazer ioga, pode revelar-se uma leitura interessante e contínua. Vai poder presenciar os seus altos e baixos e, sobretudo, aprender com as experiências dos outros.  
  9. Histórias de sucesso. Ler as histórias de sucesso de outras pessoas que estão a tentar emagrecer ou implementar uma rotina de exercício físico é sempre inspirador. Procure-as nas revistas, sites e blogues de que já falamos. Vão ser certamente um importante contributo para que você trabalhe mais e melhor. Afinal, se os outros conseguem, você também consegue! 
  10. Fóruns. As comunidades online que partilham os mesmos objectivos (e dificuldades!) que você, são um excelente ponto de encontro para medir progressos, desabafar, procurar apoio e inspiração! Consulte-os diariamente para aquela motivação extra! 
  11. Prémios. Se consegue manter a rotina durante alguns dias, mime-se! Mais uma semana a cumprir objectivos sem fazer gazeta? Merece outra recompensa! Este é um excelente truque, principalmente para quem está a começar, por isso, utilize-o com frequência nos primeiros tempos. 
  12. Vestir roupa nova. Quer vestir as calças que usava quando andava na universidade ou aquele vestido lindíssimo que já não lhe serve? Quer poder ir às compras, comprar um número abaixo do actual e ficar fabuloso? Então esforce-se, corra, salta, faça abdominais. Just do it! 
  13. Ser e sentir-se atraente. Como todos nós sabemos, este é sempre um excelente motivador, por isso, utilize-o frequentemente! 
  14. Libertação de adrenalina. A descarga de adrenalina que sentimos durante qualquer sessão de ginástica eleva-nos para um estado de euforia e de bem-estar quase indescritível. Goze essa sensação do início ao fim! 
  15. Anti-stress. Depois de um longo e tenso dia no escritório, não há melhor forma de aliviar o stress acumulado do que elevar os batimentos cardíacos e pôr os músculos todos a trabalhar! Fará toda a diferença. 
  16. Tempo para contemplar. O tempo que dedica ao exercício físico é perfeito para pensar calmamente na vida, solucionar problemas ou inspirar-se com ideias e projectos novos.  
  17. Um parceiro de ginástica. Uma das melhores coisas que pode fazer é arranjar uma companhia para as suas caminhadas, corridas ou aulas de natação – irão motivar-se mutuamente.  
  18. Uma aula. Inscrever-se numa aula, seja ela de que modalidade for, é uma motivação muito forte porque primeiro estará a pagá-la, e segundo é um compromisso que tem e ao qual não vai querer faltar.  
  19. Um personal trainer. Só pelas doses de motivação que vai ter, já vale a pena o investimento.  
  20. Diário da ginástica. Manter um diário escrito do seu progresso é muito importante no campo da motivação. Experimente fazê-lo durante pelo menos uma semana e perceberá. 
  21. Antes e depois. Por vezes não se tem noção dos resultados conseguidos e é preciso ver para querer, por isso, tire uma fotografia de si “antes” e vá tirando várias fotografias “depois” para ver o que já conseguiu e o que ainda falta fazer! É um truque espectacular! 
  22. Mini-maratonas. Inscreva-se numa. A sua motivação e vontade de treinar vão triplicar! 
  23. O receio de se sentir “blah”. Quando não se faz nenhum tipo de ginástica, as probabilidades de nos sentirmos em baixo e a arrastar-nos pelos cantos são muito maiores. Pense nisso da próxima vez que ponderar fazer gazeta à aula de pilates.  
  24. Viver para conhecer os seus netos… e brincar com eles. Não é preciso dizer mais nada.  
  25. A balança. Pesar-se diariamente não é motivador, porque uma vez que o seu peso flutua, não terá uma real percepção dos seus resultados. Pelo contrário, ao pesar-se uma vez por semana (no mesmo dia e de preferência logo de manhã), estará confrontado com a realidade e a vontade de continuar a ver o seu peso diminuir e não aumentar. Para uma dose dupla de motivação, junte à balança uma fita métrica para medir a cintura. 
  26. Trace um objectivo. Pode ser perder 5 kg ou 3 cm na cintura, pode ser fazer exercício três vezes por semana ou correr 10 km semanalmente. É importante delinear uma meta, mas a sua fonte de motivação estará na concretização e no registo do progresso e dos resultados. No entanto, escolha sempre um objectivo realista e concretizável.  
  27. Coloque um post no seu blogue. Informe os seus leitores que está a tentar perder peso ou a implementar uma rotina de exercício físico e faça relatórios frequentes do seu progresso. Vai ver que consegue concretizar tudo aquilo a que se propôs e mais alguma coisa! 
  28. Citações motivacionais. As palavras são poderosas e as citações inspiradoras são uma companhia excelente – imprima aquelas que o motivam mais e coloque-as em locais estratégicos.  
  29. Livros. Como recompensa, compre aquele livro sobre ciclismo ou judo que anda a “namorar” há séculos. Vai dar-lhe vontade de continuar a trabalhar na sua forma física e, quem sabe, experimentar novas modalidades.
  30. Elogios. Não há maior motivação do que quando alguém repara que está mais magro, mais em forma, mais radiante e o elogia. Lembre-se dessas palavras sempre que precisar de um empurrãozinho.
  31. Uma ocasião especial. Tem marcado na agenda férias num destino paradisíaco, um casamento, uma reunião com amigos que não vê há muito tempo? Vai querer estar no seu melhor, não vai? Então, dê-lhes algo para comentar!
Avaliação: