18 estratégias para criar um fundo de emergência

Mensagem de erro

  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 206 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 213 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion em views_plugin_cache->gather_headers() (linha 218 de /home/estadoze/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
Mealheiro dinheiro

Criar e manter um pé-de-meia ou uma conta para “emergências apenas” é uma das coisas mais importantes que pode fazer para manter as suas finanças pessoais saudáveis. Claro que já sabe isso! Aliás, é um dos conselhos financeiros mais recomendados. No entanto, o que não é comum sugerir é a forma ou as formas de criar e de contribuir continuamente para esse pé-de-meia. Por isso mesmo, apresentamos-lhe 18 estratégias para começar já hoje a construir um fundo de emergência e explicamos o porquê da sua importância.

É claro que quem não possui um pé-de-meia é porque tem alguma (ou muita!) dificuldade em poupar dinheiro, mesmo sabendo que devia. E porque é que deviam? Uma situação financeira equilibrada passa por três factores cruciais:

  1. Reduzir nos gastos, ser mais económico;
  2. Não se endividar;
  3. Criar um pé-de-meia que deve chegar, a curto prazo, a um valor que ronde os €650 | R$1500 e para o qual possa continuar a contribuir, de modo a que a médio-longo prazo possa ter um fundo de emergência com o valor equivalente a 3-6 meses do seu vencimento.

E porque é que ter um pé-de-meia é crucial para a sua saúde financeira?

Evita as dívidas. Quando surge uma emergência e não tem um pé-de-meia para o qual se possa virar, o mais certo é voltar a endividar-se: vai pedir dinheiro emprestado ou socorrer-se do cartão de crédito… o que pode tornar-se um ciclo vicioso e perigoso. Um fundo de emergência vai eliminar (ou pelo menos reduzir!) o uso do cartão de crédito para cobrir gastos inesperados.

Mantém o orçamento equilibrado. Se e quando surgirem gastos inesperados e puder recorrer ao seu pé-de-meia, não terá de mexer no seu orçamento mensal, o que significa que vai evitar o desequilíbrio de todas as outras contas e gastos habituais.

Evita juros de mora. Se (sobre)vive de salário em salário, existem grandes probabilidades de pagar contas atrasadas ou de ter um saldo negativo na conta bancária… situações essas que são sempre penalizadas. Se tiver um fundo de emergência, vai poder evitar todos e quaisquer juros de mora.

Permite que se adiante. Se conseguir pagar todas as suas contas com um mês de antecedência, o seu stress financeiro vai baixar drasticamente. Ou seja, em vez de passar a vida a correr atrás das contas ou à espera da data limite de pagamento, liquide-as antes desse prazo… para poder respirar fundo e relaxar.

18 estratégias para criar um fundo de emergência

Para aqueles que lutam para pôr de lado algum dinheiro todos os meses, eis uma ajudinha. São 18 estratégias diferentes, por isso, pode escolher a melhor para si ou então combinar várias para ver o seu pé-de-meia multiplicar-se em pouco tempo! 

  1. Comece pequeno. Se não puder colocar de parte uma enorme quantia todos os meses, não se preocupe – o mais importante é começar. Mesmo que sejam apenas €20 | R$48 por mês, já é alguma coisa! Se conseguir fazer isso todos os meses, também o seu fundo de emergência crescerá todos os meses. E isto, por sua vez, vai tornar-se um ciclo vicioso positivo, porque ao ver as suas poupanças a aumentarem, vai estar motivado para continuar a poupar.  
  2. Transferência automática. Não há nada mais fácil do que programar uma transferência automática entre uma conta a ordem e uma conta poupança todos os meses no dia de pagamento. Isto é senso comum… porque funciona! Se não tiver de pensar muito no assunto, poupar será ainda mais fácil! 
  3. Trate-o como uma conta. Quando recebe o vencimento, saberá que terá de o distribuir pela renda de casa, as diferentes contas mensais, as compras e outros gastos – junte a essa lista o seu fundo de emergência e “pague-o” em simultâneo com as restantes contas. Assim, e como se trata de uma “conta”, não é negociável e, no final, depois de tudo liquidado, pode gastar o que sobrar naquilo que lhe apetecer.  
  4. Eliminar uma despesa. Pense nos seus gastos mensais e escolha uma coisa que pode perfeitamente dispensar – a assinatura de uma revista ou jornal, o café gourmet ou alguns canais televisivos. Eliminada essa despesa, coloque o valor que habitualmente gastaria com a mesma no seu pé-de-meia. Sim, todos os meses!   
  5. Registar & Arredondar. Registe o valor de cada compra que faz ou cada cheque que passa num caderno ou num ficheiro informático, mas arredonde sempre para cima. Ou seja, se gastou €20.05 | R$48.70 registe €21 | R$49. Ao controlar o seu orçamento mensal parecerá, à primeira vista, que está a gastar mais, mas na realidade estará a poupar… e no fim do mês isso vê-se!
  6. Uma conta, dois propósitos. Pode utilizar a sua conta poupança para liquidar dívidas também. Como? Estabeleça um valor mínimo para o seu fundo de emergência e, uma vez conseguido, utilize todo o dinheiro que conseguir juntar a seguir para pagar uma dívida específica. Por exemplo: se o valor mínimo do seu pé-de-meia é €500 | R$1200, quando atingir esse patamar, pode decidir começar a poupar para pagar uma dívida de €200 | R$487. Quando chegar aos €700 | R$1687, pode liquidar a sua dívida por completo e manter o seu fundo de emergência intacto. Repita este processo sempre que precisar de saldar uma dívida.
  7. Gorjetas. Cada vez que comer fora e deixar uma gorjeta, dê a mesma a si próprio… e já sabe exactamente para onde deve ir, não sabe?
  8. Pague uma dívida a si próprio. Mesmo que tenha acabado de pagar o seu carro, o seu computador ou qualquer outra compra significativa, continue a pôr de parte esse mesmo valor todos os meses. Não vai custar nada! 
  9. Compras do mês. Já sabe que todos os meses gasta entre €150 | R$364 e €180 | R$437 para a alimentação, por exemplo. No seu orçamento mensal passe a destinar €200 | R$487 para a alimentação e o que sobrar vai direitinho para o fundo de emergência.
  10. Deixe de fumar ou de beber. Apesar de talvez andar a tentar deixar os cigarros e/ou as cervejas no café no fim do trabalho, não são os hábitos mais fáceis de largar. No entanto, se conseguir, pegue no dinheiro que gastava todos os meses e junte-o ao seu pé-de-meia que, por esta altura, não pára de crescer! Só a título de exemplo: se gastar €3,30 | R$8 num maço de tabaco todos os dias, no fim do mês pode poupar cerca de €100 | R$242!
  11. Acesso restrito. Se a tentação para gastar tudo aquilo que tem amealhado for muito grande, coloque o seu pé-de-meia numa conta ou fundo de acesso limitado (uma ou duas vezes por ano, por exemplo). Não requer disciplina, ou seja, é só juntar!
  12. Dinheiro inesperado. Se receber um valor monetário inesperado – um prémio no emprego, um valor interessante de lotaria, um reembolso de IRS (Portugal) ou IRPF (Brasil) – não o gaste, deposite-o directamente no seu fundo de emergência.  
  13. Guarde as moedas. Não gaste as moedas que receber como troco, guardando-as numa caixa ou frasco todos os dias quando chegar a casa. Uma vez por mês, leve as moedas ao banco, depositando-as na sua conta poupança. Vai surpreender-se com os valores que vai conseguir amealhar em tão pouco tempo!  
  14. Renegociar. Faça questão de renegociar o empréstimo da sua casa ou carro sempre que possível. O mesmo aplica-se aos diferentes seguros que cada um de nós tem – casa, carro, saúde – pesquise o mercado e procure a solução mais económica para si. Transfira o(s) valor(es) que conseguir poupar para o seu fundo de emergência.  
  15. Venda o seu carro. Se a sua família tiver dois carros, pondere se conseguem viver com apenas um e venda o outro. Pegue no valor do empréstimo mensal desse carro e passe-o para o seu pé-de-meia. Em alternativa, venda um dos carros e compre uma segunda viatura, mas usada, guardando a diferença monetária.    
  16. Corte na sobremesa. Se está a tentar perder peso, não peça a habitual guloseima depois do almoço, nem o bolo que compra na pastelaria todos os dias quando sai do escritório – guarde esse dinheiro numa caixinha lá em casa, depositando-a na sua conta poupança todos os meses ou de dois em dois.  
  17. Fique em casa. Em vez de ir jantar fora e ao cinema todas as semanas, cozinhe em casa e alugue ou peça emprestado um DVD – ou então faça algo divertido e gratuito! Coloque de parte o valor que gastaria.  
  18. Freelance. Utilize os seus talentos e capacidades profissionais, fazendo-os render um salário extra… e veja o seu fundo de emergência continuar a crescer!
Avaliação: