10 formas simples de viver uma vida menos stressante

pés fora da banheira

Se me perguntasse qual era a chave para a longevidade, teria de dizer: evitar as preocupações, o stress e a tensão. Mesmo que não me perguntasse, teria de o dizer na mesma.”
- George F. Burns

O stress está à espreita em cada canto e esquina – trabalho, família, questões financeiras – e juntamente com hábitos nocivos como uma alimentação pouco saudável, muito álcool e tabaco, e pouco exercício físico, tudo contribui para elevar ainda mais os níveis de stress. Existem pequenas coisas que pode alterar na sua vida para que passe a dominar o stress e não vice-versa.
Também é importante saber que nunca terá uma vida completamente livre de stress e, convenhamos, em doses razoáveis, até é uma coisa que nos desafia e ajuda a crescer. Mesmo assim, há sempre espaço para melhorar, principalmente no que toca à nossa saúde e bem-estar. Inspire-se nestes 10 hábitos – um de cada vez – e comece a viver uma vida menos stressante mais depressa do que imagina.

  1. Uma coisa de cada vez. Esta é a forma mais simples e mais eficaz de começar a reduzir os seus níveis de stress já hoje, ou melhor, agora mesmo. Procure concentrar-se a 100% em cada coisa que faz e faça apenas uma coisa de cada vez, ou seja, elimine toda e qualquer distracção. Precisa de limpar o frigorífico? Faça apenas isso. Tem um artigo para acabar? Dedique-se à sua concretização. Vai ser difícil não lavar a loiça enquanto fala ao telefone e vê o telejornal; ou espreitar o e-mail de cinco em cinco minutos quando devia de estar a terminar aquele projecto. Como tudo, vai precisar de praticar e com a prática vai melhorar e até ganhar vontade de fazer mais, mas sempre uma coisa de cada vez.
  2. Simplifique a agenda. Uma agenda caótica é, em si só, um enorme instigador de stress. Procure simplificá-la ao reduzir o número de compromissos que tem, mantendo apenas os essenciais. Aos restantes, aprenda a dizer que não, será a melhor forma de se “livrar” de compromissos que não lhe são benéficos. Agende poucas coisas por dia – coisas importantes – deixando sempre tempo livre entre as mesmas, ou seja, certifique-se que tem tempo para descontrair e para divertir-se.
  3. Mexa-se. Seja activo todos os dias: um jogo amigável de futebol com os amigos, uma corrida, uma sessão de ioga ou uma simples caminhada é o suficiente para reduzir e manter o stress à distância. Não tem de fazer exercício físico extenuante para combater o stress, basta mexer-se diariamente e divertir-se a fazê-lo.
  4. Incuta um novo hábito saudável este mês. Para além de se manter activo, melhorar o seu estado de saúde em geral vai ajudá-lo a controlar melhor o stress. Tente incutir um novo hábito saudável todos os meses: deixe de fumar, substitua as bolachas por fruta na hora do lanche, coma mais legumes, passe a lavar os dentes três vezes por dia, coma mais peixe, troque os refrigerantes por água…
  5. Faça algo calmante. O que mais gosta de fazer para se acalmar? Para muitas pessoas pode ser pôr-se a mexer como falamos em cima, para outros pode ser dormir uma sesta, tomar um banho de imersão, ler ou fazer amor (o que pode ser considerado uma actividade física se durar mais de 5 minutos!). Outras pessoas ficam mais tranquilas quando se entregam às lides domésticas ou à jardinagem, enquanto outras preferem a meditação ou o pilates. Descubra a sua actividade calmante e tente incorporá-la no seu dia-a-dia.
  6. Simplifique as suas finanças. Os assuntos financeiros podem ser uma fonte inesgotável de stress e o suficiente para desgastar todas as suas energias e criar-lhe verdadeiras dores de cabeça. Se este é o seu caso, procure formas de garantir a sua estabilidade e sucesso financeiro; mentalize-se que não precisa de gastar muito dinheiro para ser feliz ou para se mimar como deve ser.
  7. Desfrute ao máximo! Faça questão de se rir e de se divertir todos os dias, nem que seja por apenas alguns minutos. Pode ser brincar com os miúdos, conversar com um velho amigo, dançar em frente ao espelho, cantar no duche, fazer algo atrevido com a sua cara-metade… seja o que for, ria-se muito!
  8. Seja criativo. Tal como o riso, também a criatividade é uma terapia excelente para reduzir e prevenir o stress. Seja escrever, pintar, tocar música, desenhar, decorar, fazer bricolage ou projectos manuais, o importante é despertar a veia criativa que há em si.
  9. Organizar. O stress visual também perturba, principalmente quando tem locais de trabalho ou divisões da casa cheias de objectos em excesso e que não têm qualquer utilidade se não ocupar espaço. Analise a sua casa e escritório, vendo bem o que está a mais, o que pode ser doado, o que seria mais útil noutra divisão e comece a eliminar e a organizar. No final, terá um ambiente muito mais pacífico para trabalhar, brincar e viver. Faça isto de vez em quando, pode até acabar por ser uma das suas actividades mais divertidas!
  10. Chegue sempre cedo. Passamos cada vez mais tempo a correr e, mesmo assim, sempre atrasados – duas coisas que são grandes aliadas do stress. Por norma, os nossos afazeres acabam sempre por demorar mais tempo do que o previsto, por isso mesmo, é fundamental assegurar sempre alguns minutos extra – seja levantar-se mais cedo, começar a preparar os miúdos ainda mais cedo que o costume ou não deixar para amanhã o que pode fazer hoje. Para além de ajudá-lo a não se atrasar, esse tempo extra permite-lhe executar o que tem a fazer com mais calma.
Avaliação: